Corrida depois da maternidade

O nosso filhote “Linha de Chegada” chegou quase um ano depois que meu segundo filho, Fernando, que nasceu em março de 2018. Mas na verdade, o projeto e os primeiros rascunhos desse trio – Márcia, Marialdo e eu – começaram em 2016, ainda antes de saber da gravidez do meu primeiro filho, Gabriel. Sabe aquela máxima que diz que todos precisam “ter um filho, escrever um livro e plantar uma árvore”? Pois é, eu pratiquei! Marquei um check nas três opções de uma só vez e agora estamos aqui, retomando o foco no projeto e na corrida.

Treinos depois da maternidade from Victória Rodrigues on Vimeo.

Quase três anos depois de saber que me tornaria mãe (Gabriel faz 3 anos em 30 de setembro), estou bem mais animada e próxima do meu peso e condicionamento físico antes da primeira gravidez. A verdade é que passei praticamente três anos grávida e minha vida foi uma total doideira nesse período, sobrou pouquíssimo tempo para cuidar de mim e me dedicar ao que mais gosto de fazer: correr.

Voltar ao condicionamento físico de antes

Sempre fiz exercícios físicos, mesmo durante a gravidez, mas a corrida, definitivamente, estava fora do meu dia-a-dia. Cheguei até fazer uma prova de 8km depois que o Gabriel nasceu, mas logo descobri a gravidez do Fernando (quando Gabriel tinha 8 meses ainda) e novamente deixei as passadas de lado e foquei em treinamento funcional para garantir o pique de ter dois bebês com quase 40 anos. Funcionou para mim, mas depois do parto senti uma grande dificuldade de perder peso e voltar a ter o condicionamento físico de antes. Nem falo de ter o corpo de antes, porque é impossível acreditar que teremos a mesma estrutura depois de gerar dois seres incríveis que cresceram, se desenvolveram, se alimentaram e dependem até hoje muito do corpo da mãe.

Levei exatamente um ano para perder a maior parte do peso que se alojou em mim. Vejo fotos de antes e depois de algumas mamães famosas, num intervalo curto de tempo, e estava ingênua ao ponto de pensar que essa era a realidade para todas, mas a verdade é que eu voltei a trabalhar quando meu segundo bebê tinha apenas dois meses e tinha pouquíssimo tempo para treinar e dormir. Nada disso ajudava na minha recuperação de autoestima e condicionamento físico.

Recomeçando

Toda essa história é para contar que agora resolvi voltar a correr com mais determinação e me inscrevi em uma prova de 10km para setembro. Vou compartilhar ao longo dessas 6 semanas todos os preparativos para conseguir cruzar essa linha de chegada. Vou postar os meus treinos funcionais e de musculação, as corridas nos finais de semana e minha rotina da planilha de treinos para conseguir fazer essa prova com tranquilidade e sair dela com sorriso no rosto. Esse sempre foi o meu objetivo na corrida: me fazer bem.

Pode ser que para você fazer uma prova de 10km seja super fácil e para outras pessoas, correr mais de 10 minutos na esteira, seja uma eternidade. O que importa é que essa minha experiência possa motivar você a superar os seus limites e cruzar a sua linha de chegada na corrida e nas finanças. Vem comigo!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

É free, é para VOCÊ ...

Apoie este projeto no Catarse

Testes, planilhas e mais...

Nosso canal no Youtube

Fechar Menu
×
×

Carrinho